Blog

Mantega estava pronto para fugir do país quando foi preso. Mulher “doente” fugiria junto

Compartilhe:
  •  
  •  

guidomantega

A Polícia Federal descobriu que o ex-ministro da Fazenda, Guido Mantega, e sua esposa tinham passagens compradas para Paris, onde o casal tem um apartamento.

Quando de sua prisão, Mantega e os petistas fizeram um grande alarido, dizendo que a mulher do ex-ministro estava na sala de cirurgia para uma gravíssima operação de um câncer. Dados revelados pelo blog O Antagonista, atestam que a esposa de Mantega estava se submetendo a uma simples endoscopia ginecológica, feita com anestesia local e leve sedação.

Mantega teve a prisão decretada (regovada pela comoção com a grave “cirugia” da mulher), por ser ao mesmo tempo ministro da Fazenda e principal arrecadador de propinas do PT durante 10 anos. O Ministério Público Federal ainda não pediu medidas restritivas contra o ex-ministro. Ele está livre para viajar. E para fugir.


Compartilhe:
  •  
  •  
Leia Mais e Comente

Ataque mata candidato a prefeito e deixa vice-governador ferido

Compartilhe:
  •  
  •  

1448959794245

Veja.com

O vice-governador de Goiás e secretário de Segurança Pública e Administração Penitenciária, José Eliton (PSDB), foi baleado durante uma carreata nesta quarta-feira no município de Itumbiara, no sul do estado. O ex-prefeito da cidade e candidato nas eleições de outubro José Gomes da Rocha (PTB), conhecido como Zé Gomes, também foi alvejado e, segundo informações do governo do Estado, morreu. O governador Marconi Perillo está em viagem oficial ao Canadá e aos Estados Unidos.

De acordo com o governo, Eliton foi atingido por dois tiros no abdômen e será operado. O atirador morreu (confira no vídeo a seguir). Um policial militar que fazia a segurança também foi baleado e morto.

Líder na pesquisas de intenção de votos em Itumbiara, Zé Gomes participava de carreata com correligionários, como o deputado federal Jovair Arantes (PTB-GO) e o senador Wilder Morais (PP). Ex-presidente da Saneago, a companhia de saneamento de Goiás, Gomes foi alvo do Ministério Público Estadual, que em 2013 entrou com ação na Justiça para que o político deixasse o cargo. O argumento era de que ele havia sido condenado em ação de improbidade administrativa por usar verbas de quando era deputado federal para contratar jogadores de futebol para o Itumbiara Esporte Clube, time do qual foi presidente.

img-20160928-wa0010

Carro alvejado durante carreata em Itumbiara (VEJA/Vice-governador de GO é baleado e candidato morre em Itumbiara)


Compartilhe:
  •  
  •  
Leia Mais e Comente

Gleisi não compreende decisão do STF que a transformou em ré e perde-se em explicação esdrúxula

Compartilhe:
  •  
  •  

feira_loucas_gleisi004-850x566

Ucho.info

Que Gleisi Helena Hoffmann é dissimulada todos sabem, mas beira o desespero a reação da senadora diante da decisão da Segunda Turma do Supremo Tribunal Federal (STF), que na terça-feira (27) aceitou denúncia contra a petista paranaense. Juntamente com o marido, o ex-ministro Paulo Bernardo da Silva (Planejamento e Comunicações) e o empresário curitibano Ernesto Kluger, a senadora agora é ré por corrupção e lavagem de dinheiro no âmbito da Operação Lava-Jato.

É direito de qualquer cidadão não produzir provas contra si e negar as acusações que lhe são imputadas, mas não há como contrariar os depoimentos de sete delatores da Lava-Jato, que à força-tarefa, sob o compromisso de falar a verdade, revelaram fatos escabrosos acerca do maior esquema de corrupção de todos os tempos, o Petrolão.

Gleisi foi acusada pelos delatores de receber R$ 1 milhão em propina, dinheiro que saiu do esquema criminoso que durante uma década funcionou na Petrobras e acabou recheando o caixa 2 de sua campanha ao Senado Federal, em 2010. Considerando que os delatores não podem faltar com a verdade, sob pena de serem suspensos os benefícios decorrentes do acordo de colaboração premiada, Gleisi é livre para falar o que quiser, só não pode querer que a opinião pública creia em suas palavras.

“Em seu voto, o ministro relator Teori Zavascki concluiu dizendo que não dá para ter certeza de que os fatos ocorreram, mas que nesse momento basta uma dúvida razoável para aceitar a denúncia. Agora, pelo menos terei, no julgamento do STF, o benefício da dúvida. Estou ciente de que o Supremo Tribunal Federal, ao analisar com profundidade o que foi apresentado nos autos, saberá julgar com serenidade, imparcialidade e isenção esse processo. Tais requisitos faltaram em outras instâncias. Por isso, vejo a decisão desta terça-feira como uma nova oportunidade de provar, sem sombra de dúvidas, a nossa inocência, escreveu Gleisi.

“Desde o início desse lamentável episódio, quando injustamente fomos indiciados pela Polícia Federal, insistimos à exaustão que não há uma única prova concreta que aponte o recebimento de recursos ilícitos para minha campanha ao Senado, em 2010”, emendou a senadora

No contraponto, o ministro Teori Zavascki (STF), relator do caso, foi claro em seu voto, o qual derruba sem rapapés jurídicos a nota da agora ré Gleisi Hoffman. “Alberto Youssef não só confirmou a realização da entrega de valores, detalhando a maneira como procederam os pagamentos, reconhecendo, ainda, mediante fotografia, a pessoa do denunciado Ernesto Rodrigues como responsável por receber a quantia da denunciada Gleisi Hoffmann”, afirmou o ministro.

Não contente com a destrambelhada explicação, Gleisi continuou: “Como o meu advogado Rodrigo Mudrovitsch voltou a enfatizar hoje da tribuna do STF, a denúncia da PGR se baseia unicamente em questionáveis delações do doleiro Alberto Yousseff, do ex-diretor da Petrobras Paulo Roberto Costa e do sócio do doleiro, Antonio Carlos Pieruccini. Em sua delação, essa pessoa disse que transportou a suposta propina para minha campanha, em dinheiro, de São Paulo para Curitiba, em quatro viagens. Ele afirmou ainda que entregou a quantia para o empresário Ernesto Kugler, que sempre negou o fato”.

A senadora paranaense por certo está envolta pelo desespero, por isso faz afirmações vazias, mas se Ernesto Kluger admitir que recebeu o dinheiro de propina enviado pelo doleiro Alberto Youssef, o outrora “casal 20” passará alguns anos atrás das grades.

Em outro trecho da nota, Gleisi Hoffmann tenta provar sua inocência desqualificando os depoimentos dos delatores da Lava-Jato. “São inúmeras as contradições nos depoimentos dos delatores que embasam a denúncia, as quais tiram toda a credibilidade das supostas delações. Um deles apresentou, nada mais, nada menos, do que seis versões diferentes para esses fatos, o que comprova ainda mais que eles não existiram. Tenho certeza que a verdade prevalecerá”, escreveu.

É preciso destacar que a situação da senadora, no caso específico, não é das mais confortáveis, uma vez que a decisão da Segunda Turma do STF foi por unanimidade, ou seja, os cinco ministros do colegiado votaram favoravelmente à aceitação da denúncia. Isso significa que, quando o processo for para julgamento em plenário, pelo menos cinco votarão contra a petista. O que permite concluir que é a grande a chance de condenação.


Compartilhe:
  •  
  •  
Leia Mais e Comente

Secretário do Tesouro americano diz que propostas de Temer ‘são caminho para que Brasil volte a crescer’

Compartilhe:
  •  
  •  

la-fi-mo-debt-limit-treasury-jacob-lew-c

O secretário do Tesouro do Estados Unidos, Jacob Lew, afirmou nesta terça-feira, 27) em encontro com o ministro da Fazenda, Henrique Meirelles, que o governo americano entende que as reformas propostas pelo presidente Michel Temer “são o caminho correto para que o Brasil volte a crescer e a ter força”, mas ressaltou o desafio que será a aprovação dessas medidas.

“É importante ver como o governo Temer está tomando medidas para criar condições de estabilização da economia, após a que pode ser a pior recessão dos últimos 100 anos no Brasil. Acreditamos que pode haver o retorno da confiança às pessoas no setor privado”, afirmou Lew. “Essa é uma oportunidade de mudança e são passos importantes para reorganizar o País”, completou.

Em rápida mensagem de boas vindas a Lew, Meirelles ressaltou que essa é a primeira visita de um alto funcionário do governo americano ao Brasil após a confirmação de Michel Temer como presidente do País.

“Essa é a primeira visita de um ministro americano ao Brasil nessa nova administração e também a primeira vez que nos encontramos após a cúpula do G20 em Hangzou (na China, no começo de setembro). Essa é uma oportunidade importante para discutirmos temas macroeconômicos do Brasil e dos EUA”, acrescentou o ministro.

Além de questões bilaterais e comerciais, Meirelles destacou que o encontro também tratará da cooperação entre os países nas áreas financeira e científica. (Estadão)

 

Área de anexos


Compartilhe:
  •  
  •  
Leia Mais e Comente

Temer demonstra humildade. Atacado por Faustão, liga para apresentador e explica reforma do ensino

Compartilhe:
  •  
  •  

faustao-e-temer

Josias de Souza

Michel Temer telefonou para o apresentador Fausto Silva. Explicou-lhe as razões que o levaram a baixar a reforma do ensino médio por meio de medida provisória. Fez isso depois que Faustão criticou o governo, em timbre cáustico, no seu programa dominical. “Essa porra desse governo nem começou, não sabe se comunicar e já faz a reforma sem consultar ninguém”, dissera Faustão.

Indignado com a interpretação segundo a qual a educação física deixaria de ser uma disciplina obrigatória no ensino médio, Faustão batera abaixo da linha da cintura: ”Então, o país que mais precisa de educação faz uma reforma com cinco gatos pingados que não entendem porra nenhuma, que não consultam ninguém e aí, de repente, tiram a educação física, que é fundamental na formação do cidadão!”

Na conversa telefônica, Temer esclareceu a Faustão que as mudanças no ensino médio vinham sendo debatidas há vários anos. Disse que não é verdadeira a versão de que a educação física foi excluída do currículo. Explicou que a flexibilização do currículo será definida na Base Nacional Curricular, a ser amplamente debatida por especialistas no ano de 2017.

Temer declarou, de resto, que os resultados do Ideb (Índice de Desenvolvimento da Educação Básica), divulgados recentemente, revelaram um desempenho sofrível dos estudantes brasileiros. Daí a decisão do governo de apressar o debate, editando uma medida provisória. O presidente se comprometeu a enviar para Faustão explicações do Ministério da Educação.

A conversa aconteceu na segunda-feira (26). Foi amistosa. Durante o telefonema, Faustão recordou seus tempos de repórter, na década de 1980, quando Temer foi secretário de Segurança de São Paulo. Lembrou de tê-lo entrevistado nessa época.

 


Compartilhe:
  •  
  •  
Leia Mais e Comente

Nova ameaça a Lava Jato. Congresso prepara mudança na lei para beneficiar criminosos. Fique atento

Compartilhe:
  •  
  •  

corruptos

O Congresso Nacional prepara mais uma manobra para beneficiar os corruptos afundar a Lava Jato.

Diz a reportagem do Valor:

“As pressões políticas devem prevalecer e, na próxima semana, podem ser aprovadas mudanças na Lei de Repatriação que abrem a porteira para que políticos e seus parentes regularizem dinheiro não declarado no exterior, possibilidade hoje vedada pela lei”.

Michel Temer tem de vetar essa nobo absurdo. A sociedade tem que ficar atenta e mobilizada. Os corruptos não dormem nunca.

 


Compartilhe:
  •  
  •  
Leia Mais e Comente

Supremo pode prender Gleisi mas não pode cassar seu mandato

Compartilhe:
  •  
  •  

gleisi-alegre

Agora que Gleisi finalmente virou ré, no Supremo Tribunal Federal, a pergunta que não quer calar é:  qual será o futuro da miss petrolão? Ligada de forma tão incisiva com os  antros mais desprezíveis de corrupção, Gleisi deve ser condenada por múltiplos crimes em breve. As evidências contra a senadora petista são avassaladoras desde delações até provas documentais, não há plastica que esconda tamanhas marcas de sujeira.  Mas, vindo a condenação o que acontece com o mandato de Gleisi? Tratando-se da Justiça brasileira: qualquer coisa. Depois que Lewandoski chefiou o aberrante fatiamento do impeachment que salvou Dilma da perda dos direitos políticos, mesmo com a
Constituição, explicitamente, impedindo tal movimento, devemos nos resignar com a incerteza jurídica.  Assumindo, porem, que o STF siga a Constituição para variar, mesmo condenada Gleisi deve manter o mandato. Ela deverá ficar inelegível devido a crime eleitorais, mas o mandato atual no Senado deverá ser mantido. Apenas o Senado tem autoridade para cassar o mandato de seus membros. A cassação de Gleisi pelo Supremo seria uma agressão violenta contra o principio da separação dos Poderes. A boa notícia é que na pratica a condenação da petista culminará com sua cassação, assim como ocorreu com Delcídio Amaral, o Senado não irá permitir que Gleisi mantenha seu  mandato dentro da Papuda, as aparências, ou oque sobrou delas, tem quer ser mantidas. Ocorrendo assim a condenação, Gleisi deve ser cassada logo em seguida; boa noticia para o povo má notícia para o PT e para a cirurgia plástica brasileira.

Compartilhe:
  •  
  •  
Leia Mais e Comente

Sexto colocado, petista curitibano está a espera bonde para o segundo turno…

Compartilhe:
  •  
  •  

tadeu-veneri

blog do Tupan

O deputado Tadeu Veneri, candidato do PT a prefeito de Curitiba, é, acima de tudo, um esperançoso. Ou um sem noção mesmo. Ocupando o sexto lugar na disputa (liderada, segundo o Ibope, por Rafael Greca, do PMN , com 45%, seguido por Gustavo Fruet, PDT, com 16%), Tadeu tem míseros 4 por cento das intenções de voto. Esse vexame, mais o peso de carregar nas costas o estigma de ser petista, que se tornou uma espécie de sinônimo de “corrupto”, não impediu o intrépido Tadeu de colocar em seu Facebook, uma foto dele mesmo, em uma estação tubo, com os dizeres: “Esperando o bonde do segundo turno”. O problema é que o PT, todo o Brasil acredita, já perdeu o bonde da História.


Compartilhe:
  •  
  •  
Leia Mais e Comente
%d blogueiros gostam disto: