Dias Toffoli manda apurar supostas irregularidades sobre investigações contra Gilmar Mendes

O presidento do Supremo Tribunal Federal (STF), ministro Dias Toffolu, pediu que a Receita Federal e a Procuradoria-Geral da República (PGR) apurem se houve irregularidades em uma investigação da Receita contra o ministro do STF Gilmar Mendes.

Nesta sexta-feira, 8, Toffoli enviou ofícios pedindo providências ao ministro da Fazenda, Paulo Guedes, ao secretário da Receita Federal, Marcos Cintra, e à procuradora-geral da República, Raquel Dodge.

“Solicito que sejam adotadas as providência cabíveis quanto aos fatos narrados pelo ministro Gilmar Mendes consistentes na prática de atos ilícitos e respctivos responsáveis, os quais merecem a devida apuração”, diz trecho do documento.

A medida foi tomada após Gilmar Mendes comunicar a Toffoli que estaria sendo investigado pela Receita Federal. Gilmar disse acreditar que a apuração se daria de forma irregular, por envolver questões criminais que não seriam de atribuição do fisco.

Compartilhe:
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  

Sorry, comments are closed for this post.