Gleisi não decepciona. Lula foi condenado, babaca!

Por Ricardo Noblat

É um primor de hipocrisia a nota assinada pela deputada Gleisi Hoffmann, presidente do PT, a propósito da prisão de Michel Temer. A hipocrisia escorre da primeira à última linha.

Logo de saída, Gleisi revela seu verdadeiro objetivo: defender o amado líder, o ex-presidente Lula, encarcerado em Curitiba há mais de um ano. A nota diz:

“O Partido dos Trabalhadores espera que as prisões de Michel Temer e de Moreira Franco, entre outros, tenham sido decretadas com base em fatos consistentes, respeitando o processo legal, e não apenas por especulações e delações sem provas, como ocorreu no processo do ex-presidente Lula e em ações contra dirigentes do PT.”

Lula foi julgado, condenado duas vezes por um tribunal da segunda instância da justiça e só depois recolhido à prisão. Perdeu todos os recursos que impetrou para ser solto. Temer sequer foi julgado.

O parágrafo seguinte da nota de Gleisi é uma crítica dura a Temer que o primeiro parágrafo parecera defender.

“Temer assumiu a presidência em um golpe deplorável. Sua agenda no governo levou ao aumento da desigualdade e da miséria, no entanto, é somente dentro da lei que se poderá fazer a verdadeira Justiça e punir quem cometeu crimes contra a população.”

Se Gleisi desconfia que a lei foi desrespeitada com a prisão de Temer, por que não dá início a uma campanha pela libertação dele? Lula livre, Temer Livre! (Veja)

Compartilhe:
  •  
  •  
  •  
  •  

Sorry, comments are closed for this post.