Pimenta nos outros não arde. Petista tenta surfar Brumadinho esquecido do que fez o PT e ele mesmo

“A tragédia em Brumadinho foi um crime decorrente de uma lógica na qual a vida importa menos que o lucro e a busca frenética pelo afrouxamento da legislação ambiental”. A declaração é do deputado federal petista Paulo Pimenta, aparentemente esquecido que o governo da petista Dilma Rousseff flexibilizou regras ambientais, no que foi auxiliada pelo ex-governador petista Fernando Pimentel.

Pimenta nos outros não arde. O deputado poderia aproveitar para esclarecer as denúncias de crime que pesam contra ele mesmo.

O primo de Pimenta acusou o parlamentar de operar um esquema de fraude na fronteira do Rio Grande do Sul. Em entrevista à RBS TV, o médico veterinário Antônio Mário Pimenta, o Maíco, diz que o deputado era operador de um sistema que lesou produtores rurais da cidade de São Borja em pelo menos R$ 12 milhões.

Arrozeiros do município alegam ter sofrido o golpe após vender a produção para uma arrozeira. Entregaram os cereais, mas não receberam o pagamento.

Compartilhe:
  •  
  •  
  •  
  •  

Sorry, comments are closed for this post.