O primeiro ato de campanha de Fernando Haddad, depois de passar para o segundo turno da eleição presidencial, foi visitar Lula na carceragem da Polícia Federal em Curitiba, onde o ex-presidente cumpre pena por corrupção e lavagem de dinheiro. Esse ato chocante de submissão a um criminoso condenado foi agravado com um vídeo que sugere que Haddad pretende “subir a rampa do Palácio do Planalto com Lula”. Um projeto que só é possível com algum tipo de ruptura institucional, visto que a condenação de Lula e sua prisão ou liberdade não são da alçada de Haddad, ainda que seja eleito presidente. Confira o vídeo:

Compartilhe:
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  

Sorry, comments are closed for this post.