Lula prometia incendiar o Brasil caso ele fosse preso. Ontem, em mensagem lida por Fernando Haddad, ele estava mais manso.

O jornalista Josias de Souza comentou em seu blog:

“Entre o Lula incendiário de abril e este Lula pacifista de dezembro há oito meses de cadeia, uma surra eleitoral, duas delações companheiras de Antonio Palocci e um sem-número de derrotas judiciais. O presidiário planejara ganhar a liberdade acuando juízes com a militância incendiária do PT e o “exército” de João Pedro Stédile, do MST. Entretanto, secaram as fontes de dinheiro público para sindicatos e movimentos sociais. Sem a condução e o sanduíche, faltou ânimo à multidão para sair de casa (…).

Mantido o timbre atual, Lula vai acabar convencendo o Judiciário de que a cadeia fez tão bem à sua alma que merece ser esticada ao máximo.”

Compartilhe:
  •  
  •  
  •  
  •  

Sorry, comments are closed for this post.