Seis jornalistas da Univision Notícias, rede de televisão dos Estados Unidos com programação em espanhol, foram detidos por quase três horas no Palácio Miraflores, sede do governo venezuelano, por ordem de Nicolás Maduro. Após a liberação, o grupo será deportado.

Segundo o veículo, o grupo entrevistava Maduro e, contrariado pelas perguntas, o ditador ordenou o confisco do material gravado e todo o equipamento, além de reter os jornalistas. Os repórteres relatam que mostraram ao chefe de Estado um vídeo de venezuelanos comendo lixo.

Segundo Jorge Ramos, um dos integrantes da equipe, o governo venezuelano os liberou após três horas, mas não devolveu o equipamento, os registros e artigos pessoais.

O Sindicato Nacional de Trabalhadores da Imprensa da Venezuela (SNTP) disse que a equipe de imprensa será deportada.  O ministro da Comunicação e Informação da Venezuela, Jorge Rodríguez declarou que o governo não se presta para “shows baratos”.

“(Por) Miraflores passaram centenas de jornalistas que receberam o tratamento decente que de forma habitual dividimos a quem vêm cumprir com o trabalho jornalístico, e publicaram o resultado desse trabalho. Não nos prestamos a shows baratos”, disse Rodríguez.

Compartilhe:
  •  
  •  
  •  
  •  

Sorry, comments are closed for this post.