G1

O candidato do PSDB à Presidência da República, Geraldo Alckmin, disse nesta quarta-feira (5) que as agências reguladoras devem ser “despartidarizadas” e ter atuação técnica. Segundo ele, as agências não podem ser capturadas nem por partidos políticos nem pelo setor privado.

Alckmin deu a declaração após participar de uma reunião com a Associação Brasileira de Agências de Regulação (Abar). A entidade fará outros encontros com demais candidatos à Presidência.

“O caminho é o Estado ser regulador e fiscalizador. As agências têm que ser despartidarizadas, altamente profissionalizadas”, afirmou Alckmin. “Agencia é de Estado, ela tem mandato, ela ultrapassa o mandato de quem foi eleito. Ela é uma agência de Estado, então ela não pode ser partidarizada. Partido político, mil quilômetros de distância”, completou.

Alckmin também disse que o bom funcionamento das agências contribui para o crescimento da economia na medida em que dão segurança jurídica para contratos de prestação de serviços. Segundo o candidato, isso gera confiança e estimula investimentos.

“Ela [agência] é estratégica, porque o caminho para gerar emprego rápido é trazer investimento privado, e para trazer investimento privado precisa ter confiança. O caminho para ampliar a infraestrutura do Brasil, gerar bastante emprego, é trazer investimento, precisamos ter confiança. O caminho para melhorar a qualidade do serviço público em áreas estratégicas, saneamento, energia elétrica, telefonia, petróleo também depende das agências”, disse Alckmin.

Compartilhe:
  •  
  •  
  •  
  •  

Sorry, comments are closed for this post.