O argumento daqueles que defendem a liberação do uso da maconha para fins medicinais sempre foi fraco devido a existência de algo chamado medicina moderna. Para cada possível uso da terapêutico que um entusiasta da droga possa encontrar para a maconha, já existem dezenas e centenas de remédios para cumprir esse papel. Assim liberar a maconha para uso medicinal não passa de um objetivo anárquico político, que tem muito pouco haver com medicina e muito haver com o interesse de uma parcela mal informada da população em liberalizar o consumo de drogas alucinógenas. De uma forma ou de outra um medicamento derivado da cannabis acaba de receber autorização da Anvisa para ser importado e comercializado no Brasil.  Criado nos Estados Unidos, o Real Scientific Hemp Oil-X (RSHO-X) seria indicado para crianças que precisam no tratamento de epilepsia. Assim a notícia é um possível primeiro passo na malfadada tentativa de liberal o uso medicinal e posteriormente recreativo da maconha.

Compartilhe:
  •  
  •  
  •  
  •  

Sorry, comments are closed for this post.