Em ato de campanha na capital paulista, Fernando Haddad disse neste sábado que só uma pessoa desinformada poderia votar em Jair Bolsonaro.

“Só por desinformação alguém pode votar conscientemente nessa figura que fala coisas tão grotescas contra negros, mulheres, nordestinos e contra bolsa-família”.

O poste afirmou ainda que Bolsonaro não tem qualificação para vereador ou deputado, “quanto mais para presidente”.

Haddad esqueceu de dizer o que o qualificaria para ser presidente. Como ministro da Educação só chamou a atenção por produzir o ‘kit gay’ um pacote de programas e filmes que, a pretexto de combater a homofobia, fazia proselitismo LGBT para crianças a partir dos 6 anos. Como prefeito de São Paulo, ganhou o título de pior prefeito da história. Quando tentou se reeleger foi derrotado no primeiro turno. Perdeu para os brancos e nulos e foi derrotado em todas as urnas.

Compartilhe:
  •  
  •  
  •  
  •  

Sorry, comments are closed for this post.