Jair Bolsonaro, entrevistado por Boris Casoy, da RedeTV, falou sobre seu adversário no segundo turno, Fernando Haddad:

“Nunca conversei com ele, ele é um comunista. É um homem que adora a política venezuelana e a cubana. É um homem que se consulta com presidiário para tomar decisões. Ele não é dono dele, ele é um poste, um pau mandado do Lula. E a meta principal dele é, caso seja eleito, indultar o Lula e acabar com a Lava Jato. E aí o Brasil se mergulhará num caos. O que penso dele não é da minha cabeça, é uma realidade. A preocupação existe e é muito grande com toda essa questão ideológica do Haddad e do PT”.

Compartilhe:
  •  
  •  
  •  
  •  

Sorry, comments are closed for this post.