A revelação vem em um trecho de uma matéria da revista Veja sobre a nova juíza da 13º Vara Federal de Curitiba, Gabriela Hardt, que substituirá o juiz Sergio Moro no próximo interrogatório de Lula sobre o sítio de Atibaia.

“Lula, que tem dado cada vez mais sinais de que não aceita sua condição de preso”. De fato, com a eleição de Bolsonaro, a transformação do antipetismo na maior força política do Brasil, a relevância do ex-presidente despencou.

Lula está se encaminhando para se tornar uma figura irrelevante. Mais um preso no sistema carcerário. E isso ele não consegue suportar. O problema é que terá de suportar. Ainda que setores mais histéricos do PT continuem a recitar a cantilena do preso político, o Brasil demonstrou, nas últimas eleições, que não engoliu essa balela. As provas esmagadoras de corrupção que estão emergindo na questão do sítio, vão terminar de destruir o mito.

Compartilhe:
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  

Leave a Reply