dilma e lula.jpg

Lula e a ‘presidenta’ Dilma Rousseff lançaram mais um desafio ao Poder Judiciário, que Lula chama de “poder acovardado”. Mesmo impedido de assumir um posto no governo, o ex-presidente foi escalado pela presidente Dilma Rousseff para exercer informalmente a partir desta segunda-feira (21) a articulação política do Palácio do Planalto, função típica do chefe da Casa Civil.

O anúncio é um aberto desafio a Corte Suprema do país que determinou que Lula não pode assumir a Casa Civil porque a sua nomeação teve evidentes objetivos de obstruir a Justiça e impedir o risco, cada vez mais flagrante, que Lula venha a ter prisão decretada.

É preciso ficar atento, no entanto. A “nomeação” informal de Lula e a designação de Dilma para que cumpra “missões”, não muda em nada a situação legal do ex-presidente, que pode ser preso a qualquer momento.

Compartilhe:
  •  
  •  
  •  
  •  

0 Responses to Cassado do ministério Lula e Dilma desafiam o STF e dizem que ele vai ser “ministro informal”

  1. O que o governo está fazendo,não é novidade,pois quando indagado em uma entrevista um dos filhos do ex presidente Lula,declarou em Alto e bom som que quem mandava neste BRASIL,era seu pai,espero sinceramente que o judiciário ,fique atento à tudo e quando necessário o for intervenha ,fazendo cumprir a lei.

  2. De bom tom seria ele coordenar a casa civil informalmente da cadeia de Curitiba. O Moro lhe concederia tal privilégio sem muitas restrições.

  3. Tão logo o STF sacramente a impossibilidade dele ser ministro, o Ilustre JuizDr. Sérgio Moro o nomeará para exercer um cargo em Curitiba.
    Logo após, o Congresso fará a parte dele em relação a esta anta.
    Vamos continuar acreditando que DEUS é BRASILEIRO.!!!!!

  4. O que me deixa perplexo, vê o tamanho dos absurdos que essa gente ja praticou em nosso país e continuam tendo voz. O lugar dessa gente é Papua.* ?2