Após o último Datafolha, que mostrou crescimento inconteste de Jair Bolsonaro(PSL), a grande batalha das redes sociais passou a ser entre eleitores de Ciro Gomes (PDT) e Fernando Haddad (PT).

O objetivo dos seguidores do pedetista é dissuadir os petistas a trocar de voto. Argumentam que Ciro é o único capaz de derrotar Bolsonaro no segundo turno.

Principalmente porque ele não é alvo do sentimento anti-PT, combustível que move a candidatura de Bolsonaro. No Twitter, existe até uma hashtag sobre o assunto, #RenunciaHaddad.

De fato, segundo a última simulação do Datafolha, Ciro vence com 46% das intenções de voto, contra 42% de Bolsonaro. Já Haddad perderia. O petista tem 42%, e Bolsonaro, 44%.

A tese que Haddad não tem “pegada” para enfrentar Bolsonaro tem apoios dentro do próprio PT.Jaques Wagner afirmou que o perfil de Ciro Gomes, “por ser um cara mais aguerrido”, poderia contemplar melhor a expectativa dos eleitores que preferem um candidato com “um perfil retado, que bata na mesa”, registra o Estadão.

Cotado para substituir Lula na disputa presidencial, o ex-governador da Bahia, que concorre ao Senado, sempre disse ser contra o PT lançar candidatura própria caso a do presidiário fosse –como foi– indeferida.

Compartilhe:
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  

Leave a Reply