A campanha do PT promete parar de citar a candidatura de Lula.

Diz uma circular obtida pelo Estadão:

“Discordamos da decisão do TSE, estamos nos defendendo em todas as instâncias, no entanto, acatamos o teor dessa decisão. A velocidade e o horário em que são julgados recursos contra nossos programas nos obrigam a manter estado de atenção permanentes”.

Compartilhe:
  •  
  •  
  •  
  •  

Sorry, comments are closed for this post.