Com o povo morrendo de fome, Maduro chama ajuda humanitária de ‘migalhas de comida podre’

O ditador da Venezuela, Nicolás Maduro, chamou de “migalhas” de “comida podre” a ajuda humanitária enviada pelos EUA a pedido do opositor Juan Guaidó, registra a Folha.

Guaidó, presidente da Assembleia Nacional, já foi reconhecido por 50 países, inclusive o Brasil, como legítimo presidente venezuelano interino.

“É uma armadilha, fazem um show com comida podre e contaminada”, declarou o ditador, que insiste no discurso de que a ajuda é pretexto para uma invasão americana.

Um integrante do Departamento de Defesa dos EUA disse à agência France Presse, sob anonimato, que o país mandará mais 200 toneladas de ajuda humanitária para a Colômbia.

Compartilhe:
  •  
  •  
  •  
  •  

Sorry, comments are closed for this post.