O advogado Sasha Reck firmou acordo de delação premiada com o Ministério Público do Paraná para revelar falcatruas em licitações em concessões de transportes urbanos no estado. Reck era sócio de Guilherme Gonçalves, que advogou para a senadora Gleisi Hoffman (PT-PR) e seu marido, o ex-ministro Paulo Bernardo. A banca de Reck também advogou para Itaipu. Gleisi foi diretora financeira da estatal.

Um depoimento de Reck a promotores, ocorrido em julho de 2016, deverá chamar a atenção do Ministério Público Federal. Isso porque ele demonstra ter informações sobre a empresa Consist, investigada na Operação Lava Jato por pagamentos de propina a políticos do PT em troca de contratos no governo federal. (Murilo Ramos, Época)

Compartilhe:
  •  
  •  
  •  
  •  

Sorry, comments are closed for this post.