O deputado Major Olímpio, da tropa de choque bolsonarista, quer criar o Museu Nacional de Combate à Corrupção, registra Lauro Jardim.

Ele apresentou a proposta à Câmara por meio de um projeto de lei e já escolheu o local: o sítio de Atibaia.

A ideia é que o sítio “seja confiscado em favor da União e que bens ilícitos decorrentes de processos de corrupção sejam levados para o museu para integrarem o seu acervo”.

 Itamar de Oliveira, ex-integrante da equipe de segurança de Lula, disse que ia de três a quatro vezes por semana ao sítio de Atibaia, entre 2010 e 2011, para cumprir ordens de Marisa Letícia.

Ele ia ao sítio juntamente com Rogério Aurélio Pimentel, assessor de Lula. Marisa se inteirava, através de Rogério, das obras então em curso na propriedade — obras sob o comando da ex-primeira-dama.

O sítio de Lula é Lula. (O Antagonista)

Compartilhe:
  •  
  •  
  •  
  •  

3 Responses to Deputado aliado de Bolsonaro propõe que sítio de Lula vire museu da corrupção

  1. E além disso, deveria ser erigida uma estátua com o maior enganador e corrupto do mundo: o próprio Lula!!! Tem meu apoio para ambos!!!

  2. A proposta é perspicaz e inteligente, mas acredito que os gastos com os novos prédios que teriam de ser construídos para a colocação do acervo seriam muito altos, só uma parte gradada pela OAS custou cem mil ao mês, não valeria a pena.
    (Continua)

  3. Existem dois outros locais mais apropriados: um certo museu que vinha sendo construído em São Bernardo que está quase no fim, com um pequeno investimento para terminar, outro embaixo do viaduto “do panelaço” (das panelas, para alguns), bastaria fechar as laterais, já o instituto Lula é muito pequeno para isto (não fizeram o prédio novo).