dilma kamura

A presidente afastada, Dilma Rousseff, negou hoje (3), em sua conta no Facebook, que os serviços do cabeleireiro das estrelas, Celso Kamura, que cobra R$ 10 mil o corte, tenham sido pagos com dinheiro de propina da Petrobras. “Jamais, em tempo algum, qualquer despesa pessoal da Presidenta Dilma Rousseff foi paga por esquemas ilícitos ou provenientes de corrupção”.

A parte polêmica da nota de Dilma fica no final do comunicado. “Nesse período [2011 a 2015], Celso Kamura foi contratado pela própria Presidenta para serviços particulares, sendo remunerado pessoalmente por ela. Estão em poder da Presidenta os comprovantes de pagamento devido aos deslocamentos (São Paulo ou Rio de Janeiro para Brasília) e aos serviços prestados por Celso Kamura”. A questão controversa é o custo. O salário bruto de Dilma é de  R$ 27.841,23. Se ela fizesse um corte por mês com Kamura (R$ 10 mil) e bancasse o deslocamento do cabeleireiro (R$ 5.000,00) as próprias custas, consumiria praticamente todos seus ganhos, depois de descontados os impostos. Se cortasse duas vezes, ficaria devendo.

Segundo Dilma, a “contratação do cabeleireiro Celso Kamura foi feita em 2010, quando o profissional passou a prestar serviços, mediante contrato com a produtora, para a campanha de eleição da Presidenta Dilma Rousseff. Isto ocorreu quatro anos após a operação de aquisição pela Petrobras de 50% das ações da Refinaria de Pasadena”.

Segundo Dilma, “Em 2014, Celso Kamura foi contratado novamente, e de forma oficial e registrada, para a prestação dos mesmos serviços durante a campanha da reeleição.”

“Entre 2011 e 2015, por ocasião de pronunciamentos oficiais da Presidenta Dilma Rousseff, o profissional prestou os mesmos serviços, sendo pago pela produtora responsável”, prossegue a nota.

Dilma ameaça processar quem afirmar que ela tratou do cabelo as custas da Petrobras:

“Para finalizar, a Presidenta Dilma Rousseff anuncia que tomará as providências devidas na Justiça para reparar todas as acusações difamatórias e caluniosas que foram contra ela proferidas.”

Compartilhe:
  •  
  •  
  •  
  •  

4 Responses to Dilma nega cortar cabelo com dinheiro da Petrobras. Diz que pagou Kamura, que cobra 10 mil o corte, e ameaça processar

  1. A tal produtora seria do marketero João Santana e da chiquetinho mulher dele, presos pelo caminhão de pixulecos que receberam da odebretcha/Petrolao??? A Ta bom então…. Tchau Keke

  2. Peimeiro, ela nao tem que processar quem a esta acusando de contratar um cabelereiro que custa 10 MIL reais para cortar UM cabelo, mais as despesas de passagem de mais ou menos 5.MIL para que ele fosse a Brasilia. O problema nao e esse, o problema e que com o salario dela nao daria para pagar esse preco mensalmente. Entao ela e que deve ser processada. E so fazer as contas, pois naturamente a presidente tem outras despesas. Outro problema e que ele fazia o que no cabelo dela que ficava desajeitado do mesmo jeito? Alguem concorda em pagar uma fortuna dessas por cada corte para deixar tudo igual, ou nesse caso era so para lavar dinheiro entregue a um militante, dinheiro produto de propinas provindas da nossa Petrobras? Que absurdo que nos temos que passar por causa do descaramento dessa mulher que nao pode ver uma so oportunidade que ja aparece com a mao no dinheiro de superfaturamento de empresas contratadas, superfaturadas. Ate quando isso vai acontecer? Claro que esta na hora de pedir o afastamento tambem de Renan Calheiros que autorizou essa mulher a continuar essa gastanca sem limites. Ate quando temos que pagar essa pouca vergonha?. Tome vergonha Dilma e pague suas proprias despesas. Ora, eu que sou professora aposentada, pago todas as milhas e nao morri de fome ate agora. So que eu estou em paz com minha consciencia e voce esta nesse tormento de querer ficar no cargo mesmo com o odio que o povo nutre por voce.