Dilma Rousseff, que ainda está solta, quer dinheiro da Comissão de Anistia. Ela embolsa uma pensão de ex-presidente, no valor de R$ 33 mil, que logo deve ser reajustada para R$ 38 mil, acha que leva pouco e exige que o governo brasileiro a indenize pela prisão e supostas torturas na década de 70, quando atuava em um grupo terrorista (VAR-Palmares) que assaltava bancos para promover uma revolução comunista no Brasil.

Segundo a revista Crusoé, seu caso deve ser analisado nos próximos dias pela ministra dos Direitos Humanos, Damares Alves.

Auxiliares da ministra apostam que ela deve rejeitar o pedido da ex-presidente, cujos detalhes tramitam em sigilo.

Compartilhe:
  •  
  •  
  •  
  •  

Sorry, comments are closed for this post.