O dólar voltou fechar abaixo de R$ 4 hoje, seguindo a tendência de queda do dia anterior, com o mercado financeiro de olho no cenário eleitoral e em dia bastante favorável no exterior para países emergentes, registra o G1. A queda do dólar e sua estabilização abaixo de R$ 4,00 é sinal de que o mercado avalia que Jair Bolsonaro ganhará as eleições e as maluquices de Haddad, a nova ‘Dilma’ de Lula não vão passar de mais um pesadelo petista.

“Segundo o Valor Online, profissionais de mercado comentam que um amplo ajuste de posições contribui para o alívio no câmbio em meio à percepção de que o resultado eleitoral pode não trazer efeitos tão negativos para o mercado.”

Em outras palavras, o general Mourão criou polêmica, mas não fez o dólar disparar.

 

Compartilhe:
  •  
  •  
  •  
  •  

Sorry, comments are closed for this post.