Luciano Hang, dono da rede varejista Havan, ajuizou na Vara Cível de Brusque, em Santa Catarina, um pedido para que Gleisi Hoffmann o indenize em R$ 1 milhão por danos morais. Do Antagonista.

A defesa argumenta que Gleisi chamou Hang de “nazista” e “canalha”, imputou a ele a prática de crime de caixa 2 para campanha eleitoral e afirmou que é integrante de um esquema criminoso.

O advogado de Gleisi Hoffmann é Guilherme Gonçalves, que também está na mira da Lava Jato e chegou a ser preso pela Polícia Federal.

Compartilhe:
  •  
  •  
  •  
  •  

Sorry, comments are closed for this post.