A editora Abril pode falir.

Raquel Landim informa que os maiores credores da empresa – Itaú, Bradesco e Santander – “consideraram ruins as três propostas apresentadas por investidores para adquirir a dívida financeira do grupos (…).

Se não houver acordo entre os bancos e os interessados na compra da dívida, o plano de recuperação pode ser simplesmente rejeitado, e a falência da Abril, decretada”.

Compartilhe:
  •  
  •  
  •  
  •  

Sorry, comments are closed for this post.