Conforme previsto, o mercado reage com euforia à presença de Jair Bolsonaro no segundo turno.

O dólar à vista chegou a mínima de R$ 3,70, com baixas de mais de 3%, mas depois estacionou perto dos R$ 3,72, registra o Estadão.

“A Bolsa chegou a entrar em leilão na abertura e bateu máxima aos 87,306 mil pontos, alta de 6,06%.

A grande vantagem do candidato de direita Jair Bolsonaro (PSL)  em relação ao petista Fernando Haddad (PT) e o crescimento do PSL no Congresso, sustentam o ambiente positivo. A realidade de um segundo turno com Fernando Haddad (PT), porém, deve conter ganhos e provocar volatilidade.”

 

Compartilhe:
  •  
  •  
  •  
  •  

Sorry, comments are closed for this post.