O crescimento de Jair Bolsonaro nas pesquisas na última semana do primeiro turno produziu um curto-circuito na campanha do rival Fernando Haddad. Até aqui, o petismo moderava o linguajar, terceirizando ao tucano Geraldo Alckmin a artilharia contra o capitão.

Nesta quinta-feira, o PT pendurou nas redes sociais um vídeo comparando o adversário a Hitler. É como se a campanha de Haddad tivesse concluído que, no trato com Bolsonaro, o pior tipo de excesso é o da moderação.

Curioso que, ao apelar para a comparação bizarra com Hitler, o PT, já tão habituado a violar as leis, violou a Lei de Goodwin, formulada pelo advogado norte-americano, Michael Goodwin. Ela diz que, quando em uma discussão, alguém compara o adversário a Hitler, é porque já perdeu a discussão. No caso do PT, perdeu a eleição.

Compartilhe:
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  

Sorry, comments are closed for this post.