greca_2

Em uma eleição emocionante, onde a desonestidade tão típica das campanhas esquerdistas esteve sempre presente, o candidato do PMN, Rafael Greca (PMN) venceu o candidato do PSD, Ney Leprevost que contava com a apoio do Partido Comunista do Brasil. Greca fez 461.294 votos (53,26%) contra 404.863 de Ney (46,74%).

A vitória de Greca representou uma derrota acachapante de toda a esquerda do Paraná que, aberta ou disfarçadamente, apoiou a candidatura de Ney Leprvost na esperança de derrotar o governador Beto Richa, do PSDB. Foram unidos para o combate e foram derrotados juntos. Não escapou do fiasco o atual prefeito, Gustavo Fruet (PDT), coligado ao PT, que simulou neutralidade mas jogou nos bastidores a favor de Leprevost.

Compartilhe:
  •  
  •  
  •  
  •  

4 Responses to Esquerda em pânico: Greca é o novo prefeito de Curitiba

  1. A esquerda não votou em Leprevost. faça o favor de dizer a verdade. Quem se uniu a Leprevost foi somente o Pc do B. A esquerda votou nulo, em branco ou não votou. podíamos ter dado a vitória a Leprevost se quiséssemos, mas ele nunca nos representou.

  2. quando as escolas forem desocupadas graças à luta dos bons estudantes e seus pais, a esquerdalha tambem vai dizer que nunca apoiou as invasões e não teve nada a ver com o movimento subversivo!