Dois nomes entraram no páreo para comandar o Ministério da Educação de Jair Bolsonaro: o de Miguel Nagib, do Movimento Escola Sem Partido, e o do procurador da República Guilherme Zanina Schelb. Vai ser o fim da festa daqueles que transformaram as escolas em aparelhos ideológicos de esquerda. Transformaram as escolas em verdadeiras máquinas de emburrecer nossa juventude.

Compartilhe:
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  

Leave a Reply