A Executiva Nacional do PT publicou nesta terça-feira (28) uma resolução com as estratégias de oposição ao governo do presidente Jair Bolsonaro (PSL). A ordem é combater o presidente por meio de protestos nas ruas e mobilizações por greves gerais.

 “São de extrema importância mobilizações como a que ocorreu no dia 15 de maio, as manifestações convocadas pelas entidades estudantis para quinta-feira, dia 30, em defesa da educação, e a construção da Greve Geral convocada pelas centrais sindicais para 14 de junho, em defesa da Previdência pública, do emprego e dos direitos dos trabalhadores”, diz a resolução.

Segundo o documento, Bolsonaro “é incapaz de conviver com a democracia e de atender às reais necessidades do povo brasileiro”. O documento faz referência às manifestações pró-governo realizadas no último domingo (26), em todo o país. Segundo a visão do partido, os atos tiveram motes prioritariamente autoritários, apesar de pautas como do Congresso e do STF tenham sido secundárias na maioria das manifestações.

O PT critica a falta de soluções apresentadas por Bolsonaro para problemas como desemprego e custo de vida, além de criticar o ministro da Economia, Paulo Guedes. (Kelli Kadanus/Gazeta do Povo)

Compartilhe:
  •  
  •  
  •  
  •  

Sorry, comments are closed for this post.