27jun2016-na-tribuna-do-plenario-do-se

O ministro Teori Zavascki, do Supremo Tribunal Federal (STF), determinou a abertura de um inquérito para investigar a senadora paranaense Gleisi Hoffmann (PT) por corrupção passiva na Operação Lava Jato. A parlamentar já é ré em uma ação penal no tribunal, também por suspeitas decorrentes da Lava Jato. A nova investigação está sob sigilo e, por isso, não há informações disponíveis sobre o caso.

Com origem na Tribunal Regional Federal (TRF) da 4ª Região, o processo foi cadastrado no STF nesta quinta-feira (10).

Na segunda-feira (7), a revista Veja publicou em seu site que o nome de Gleisi surgiu nas investigações novamente sob a suspeita de ter recebido meio milhão de reais em caixa dois da Odebrecht durante as eleições de 2014. Segundo a revista, a senadora está associada ao codinome “coxa” na relação de políticos que receberam dinheiro do departamento de propinas da empreiteira.

Teori Zavascki é o relator da Lava Jato no Supremo. Ele também determinou a abertura de inquérito contra o deputado federal Andres Sanchez (PT-SP), também no âmbito da operação.

Em setembro, a Segunda Turma do STF aceitou por unanimidade a denúncia apresentada pela Procuradoria Geral da República (PGR) contra a petista e o marido dela, o ex-ministro Paulo Bernardo, na Lava Jato. Eles são acusados de terem recebido R$ 1 milhão desviados do esquema de corrupção da Petrobras.

Compartilhe:
  •  
  •  
  •  
  •  

Sorry, comments are closed for this post.