Em 2006, último ano que a declaração de bens de Lula foi pública, seu patrimônio total era de R$ 839 mil – R$ 478 mil em aplicações bancárias e contas correntes, três apartamentos, um terreno, um automóvel e a cota do apartamento do Guarujá, pelo qual ele foi condenado na Justiça.
Em onze anos, suas aplicações e dinheiro em contas correntes saltaram para R$ 9,6 milhões. A explicação para isso, são as palestras que ele afirmou ministrar pelo valor de até 200 mil dólares cada uma.
O PT publicou uma nota explicando o aumento do patrimônio do ex-presidente.
Leia na íntegra.

A contratação dos planos de previdência privada destinados aos filhos e à mulher do ex-presidente Lula, Marisa Letícia, foi feita dentro da lei, com recursos legais e declarados, provenientes de 72 palestras contratadas por 45 instituições e empresas do Brasil e do Exterior, entre elas a Info Globo, do Grupo Globo, a Microsoft, Iberdrola, Telmex, Nestlé e Bank of América, entre outras.

Para capitalizar os dois planos de previdência, Lula utilizou recursos obtidos em suas palestras no Brasil e no Exterior, destinando R$ 7 milhões a um plano que tem como beneficiários seus filhos. O outro plano, no valor de R$ 1,8 milhão, estava em nome da esposa de Lula, dona Marisa Letícia, que faleceu neste ano.

O dinheiro bloqueado na semana passada pela Força Tarefa de Curitiba foi declarado às autoridades e obtido após Lula deixar a Presidência da República.

Mais do que nunca, está claro que o ex-presidente Lula está sendo vítima de uma perseguição política, que tenta tirá-lo a todo custo da eleição de 2018, em que ele aparece na liderança de todas as pesquisas divulgadas recentemente. Lula é inocente!

 

Compartilhe:
  •  
  •  
  •  
  •  

Sorry, comments are closed for this post.