Sem votos para se reeleger senadora, candidata a deputada federal, Gleisi Hoffman (PR), presidente do PT, inconformada por Lula não ser ela embora ela seja Lula, fez mais uma das suas – atacou o ex-presidente Fernando Henrique Cardoso (PSDB), eleitor de Fernando Haddad se ele enfrentar Bolsonaro no segundo turno.

Foi mais um erro político de Gleisi e não será o último. O ataque se deveu ao fato de Fernando Henrique ter divulgado uma carta onde pede união dos candidatos “que não se aliam a visões radicais”. Geraldo Alckmin também não gostou da carta porque o ex-presidente não pediu a união em torno do seu nome.

Haddad não gostou do ataque de Gleisi a Fernando Henrique, seu amigo, mas por ora tem mais com o que se preocupar. (Ricardo Noblat)

Compartilhe:
  •  
  •  
  •  
  •  

Sorry, comments are closed for this post.