Após a definição para disputar o segundo turno das eleições, o candidato à presidência pelo PT, Fernando Haddad, seguiu nesta manhã (8) para Curitiba. O petista está em Curitiba em uma visita ao ex-presidente Lula na carceragem da Polícia Federal como tem feito todas as segundas-feiras. Ele vem receber ordens sobre como conduzir a campanha. Durante o 1º turno Haddad esteve na carceragem da Polícia Federal 15 vezes.

Na noite de domingo, após ser confirmado na etapa final da eleição, Haddad agradeceu os votos que recebeu, o apoio e disse que pretende ”unir os democratas” em prol de uma unidade e apoio neste segundo turno, afirmando ainda que já conversou, por telefone, com Ciro Gomes (PDT), Marina Silva (Rede) e Guilherme Bolos (PSOL).

O segundo turno das eleições gerais acontecerá no dia 28 de outubro deste ano. Em alguns Estados os eleitores voltarão às urnas para escolher governadores e presidente, em outros, apenas para presidente.

 

Compartilhe:
  •  
  •  
  •  
  •  

Sorry, comments are closed for this post.