Fernando Haddad, na sabatina do Globo, diz que é cristão. E que não entendeu o espanto que provocou o fato de ter comungado (recebido a hóstia) em uma missa durante a campanha.

O candidato afirma que não é “papa-hóstia”, mas “é uma coisa que faço com alguma frequência”. Ou seja, faz quando isso lhe é politicamente interessante.

O poste do presidiário Lula acrescentou que vai à igreja, por exemplo, no dia do aniversário da morte de seu avô.

 Haddad está envolvido em outra polêmica envolvendo religião. Dias atrás, em um comício no Ceará, o candidato foi presenteado com uma Bíblia. O livro, com dedicatória e tudo, teria sido encontrado no lixo. Haddad, ao tentar se explicar, afirmou que a Bíblia havia sido “roubada”.

 

Compartilhe:
  •  
  •  
  •  
  •  

Sorry, comments are closed for this post.