Em sua primeira entrevista coletiva após o primeiro turno, o candidato do PT à Presidência, Fernando Haddad, reduziu as menções ao ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva que está preso, e fez um aceno aos candidatos derrotados nas urnas nesta segunda (8). Hoje foi a 16º visita de Haddad ao presidiário nesta campanha.

Haddad foi a Curitiba pela manhã para visitar Lula na Polícia Federal, onde ele cumpre pena por corrupção –mas deu entrevista em um hotel no centro da cidade, e não na frente da prisão, como sempre faz. ​O PT começa a se dar conta do desgaste que Lula provoca na candidatura do PT.

Ele passou cerca de duas horas reunido com Lula, mas não quis detalhar a conversa nem dizer qual a análise que o ex-presidente fez do resultado eleitoral.

O petista também não quis responder se voltará a visitar Lula em Curitiba, e só mencionou o ex-presidente uma vez, ao longo de 18 minutos de entrevista, ao dizer que mantém uma “longa amizade” com Ciro Gomes, “desde o primeiro governo Lula”.

Setores do PT defendem que o ex-prefeito de São Paulo reduza as menções a Lula e passe a conduzir a candidatura, que ele assumiu em meados de setembro. 

 

Compartilhe:
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  

Leave a Reply