A situação grotesca que o Brasil vive nos últimos meses, com um candidato a Presidência que é laranja de um presidiário (corrupção e lavagem de dinheiro), vai ter mais um capítulo nesta segunda-feira. Dia de Fernando Haddad, o candidato do PT, vir a Curitiba receber ordens do seu chefe.

O PT conseguiu, por pouco, chegar ao segundo turno. Agora vai tentar vender ao Brasil o projeto “Meu Presidiário Minha Vida”. No primeiro turno, Haddad, fingindo ser advogado de Lula, esteve na carceragem da Polícia Federal em Curitiba 15 vezes. O Brasil que tem vergonha na cara não merece isso.

Compartilhe:
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  

Sorry, comments are closed for this post.