folhapress

O relator da comissão especial do impeachment na Câmara, Jovair Arantes (PTB-GO),  é favorável ao afastamento de Dilma Rousseff do comando do Executivo federal. Ele apresentou aos membros do comitê, na tarde desta quarta-feira (6), seu parecer a favor da abertura do processo de impedimento da presidente. O relator aceitou a denúncia e abriu duas brechas para ampliar ainda mais o processo. Uma é a possibilidade do Senado incluir novas provas. A segunda é que sejam também discutidas as pedaladas fiscais do mandato anterior de Dilma. 

“Conclui o relator pela admissibilidade jurídica e política da acusação e pela consequente autorização para a instauração, pelo Senado Federal, do processo por crime de responsabilidade promovido pelos senhores Hélio Pereira Bicudo, Miguel Reale Junior e Janaina Conceição Paschoal contra a sra. presidente da República, Dilma Vana Rousseff.”

O documento tem 128 páginas e foi divulgado menos de 48 horas depois que a presidente entregou a sua defesa à comissão, por meio do advogado-geral da União, José Eduardo Cardozo, na última segunda-feira (4). O relator tinha um prazo de cinco sessões para apresentá-lo. 

Arantes acolheu os argumentos da acusação de que Dilma cometeu crime de responsabilidade ao publicar decretos para abertura de crédito suplementar, sem a autorização do Congresso.

Ela também é acusada de atrasar o repasse de verba aos bancos públicos responsáveis pelo pagamento de programas sociais do governo, manobra que ficou conhecida como pedalada fiscal. Ele aponta que “verifica-se haver indícios mínimos de que a presidente da República, sra. Dilma Vana Rousseff, praticou atos que podem ser enquadrados nos seguintes crimes de responsabilidades:

– Abertura de créditos suplementares por decreto presidencial, sem autorização do Congresso Nacional; 

– Contratação ilegal de operações de crédito”.

 

Compartilhe:
  •  
  •  
  •  
  •  

0 Responses to Horror no Planalto: relator favorável ao impeachment deixa Dilma na porta da rua

  1. Incrível a desleadade desse PTB! Negociações de alto nível foram feitas com esses traíras.Tudo o que se queria em troca era uma posição honesta e responsável com relação ao impeachment. O primeiro a roer a corda foi justamente esse deputado relator. Ninguém mais pode confiar em ninguém neste país. Ainda bem que o povo brasileiro sabe que seu melhor amigo é Lula e ele voltará triunfante em 2018, depois de ajudar a presidenta Dilma a fazer a travessia. Não será a trairagem de uns poucos que impedirá a marcha triunfante de Lula!

  2. E uma vergonha ver um militante dizendo uma coisa dessas e voce J. Valadao e tao “lesado” que continua dizendo coisas que exaltam a corrupcao. O que ha? Voce faz parte dela? Falar que Lula voltara e nao conhecer a reacao humana as atitudes desonestas e criminosa sde um governante. Lula jamais voltarara ao poder nem que tente atraves da luta armada. Por vias democraticas, nenhum dos dois petralhas, alias, nenhum petralha sera eleito nesse pais.