Em editorial lançado hoje, intitulado “Defesa da Democracia”, o jornal Folha de S. Paulo se referiu a discurso feito por Bolsonaro, no dia 21 de outubro, feito por aparelho celular para o povo que estava reunido na Avenida Paulista. No discurso Bolsonaro atacou a Folha que havia acabado de lançar a reportagem fake news, que acusava a campanha de Bolsonaro de gastar milhões com impulsionamento do Whatsapp, até hoje o jornal não apresentou nenhuma prova das alegações. Para a Folha o discurso mostrou Bolsonaro como sendo “mais chefe de facção que postulante a Presidência.”

O comentário da Folha é absolutamente inacreditável uma vez que o candidato do PT, literalmente, recente suas ordens de dentro de um presídio. E o Partido dos trabalhadores alá facção criminosa é comandado por um presidiário.

Compartilhe:
  •  
  •  
  •  
  •  

Sorry, comments are closed for this post.