Modesto Carvalhosa entrou com uma representação criminal no TSE contra Lula.

O jurista sustenta que o criminoso cometeu o crime de falsidade ideológica ao omitir, no registro de sua candidatura à Presidência da República, o fato de que é um condenado pela Justiça.

“Esse senhor fez o pedido de registro de sua candidatura apresentando uma certidão que não dá notícia de sua inelegibilidade. Ao omitir este fato notório e incontestável, claramente tenta enganar os julgadores de seu pedido de registro, ferindo o artigo 350 do código eleitoral.”

Ou seja, Lula, ao pedir o registro de sua candidatura cometeu mais um crime.

Compartilhe:
  •  
  •  
  •  
  •  

One Response to Incorrigível. Ao pedir o registro de sua candidatura, Lula cometeu mais um crime

  1. Não subestimem Lula, tenham muito cuidado, pois o demônio não precisa de grande matéria prima para fazer o mal.
    Lúcifer tem feito o uso desta mão de obra e, à muito, a dupla age eficazmente com perfeição e sincronismo.