O Acre, estado natal de Marina Silva –onde a ex-senadora conquistou o primeiro lugar, com 42% dos votos, no último pleito presidencial–, aderiu a Jair Bolsonaro em 2018, relata a Folha.

Segundo pesquisa Ibope de 20 de setembro, o estado se tornou o mais bolsonarista do país. Se a eleição fosse apenas lá, o presidenciável do PSL venceria no primeiro turno, com 53% dos votos.

A repórter Angela Boldrini ouviu ex-eleitores de Marina, que disseram optar agora por Bolsonaro em razão da violência no estado.

“A Marina não fala tanto nisso. Você sai de casa e não sabe nem se vai voltar. Eu nunca fui assaltada, mas a minha filha foi, no meio da tarde, no meio da rua”, disse Rosa Viga, 57, em entrevista no mercado municipal de Rio Branco. (O Antagonista)

 

Compartilhe:
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  

Leave a Reply