dilma-roendo-o-dedo

A Procuradoria Geral da República recebeu hoje uma representação do advogado Geraldo Lima Filho pedindo a interdição de Dilma Rousseff do cargo, considerada pelo autor “mentalmente enferma”. Pediu também um curador para ela.

A ação havia sido aberta na segunda-feira no Ministério Público Federal do DF.

No documento, o advogado diz que a presidente não está “no pleno gozo de suas faculdades mentais” por planejar um indulto a 38 mil presidiárias no próximo domingo, Dia das Mães, além de usar de remédios de uso controlado para distúrbios mentais, como olanzapina. (Lauro Jardim)

Compartilhe:
  •  
  •  
  •  
  •  

Sorry, comments are closed for this post.