Jovem que teve ‘ladrão e vacilão’ tatuado na testa é preso por outro roubo em São Bernardo

O jovem Ruan Rocha da Silva, que teve a frase “eu sou ladrão e vacilão” tatuada na testa em julho de 2017, foi detido na madrugada desta quinta-feira, 14, em São Bernardo do Campo (SP), suspeito de furtar um celular e um agasalho de funcionárias de um posto de saúde no bairro Ferrazópolis.

No boletim de ocorrência, os policiais que registraram o caso escreveram o nome de Silva, que tem 19 anos, e acrescentaram “vulgo ladrão e vacilão” no documento. Questionada sobre a postura dos policiais, a Secretaria de Segurança Pública de São Paulo (SSP-SP) afirmou que “em todo e qualquer registro de ocorrência com prisão é solicitada ao infrator a informação do seu apelido (vulgo). Indagado, o indiciado afirmou ser ‘ladrão e vacilão’”, diz a nota.

“O Núcleo Corregedor da Seccional de São Bernardo do Campo apurará eventual irregularidade cometida pelos policiais”, conclui o comunicado da SSP.

Ainda conforme a secretaria, o jovem teve sua prisão em flagrante convertida em prisão preventiva após a audiência de custódia realizada na manhã de hoje.

Compartilhe:
  •  
  •  
  •  
  •  

Sorry, comments are closed for this post.