O ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva, condenado e preso na Operação Lava Jato, já orienta o PT a sabotar o Brasil depois da vitória do candidato do PSL, Jair Bolsonaro. A disposição de jogar contra o país ficou clara, embora não explícita, em uma entrevista dada pelo ex-presidente do PT, Rui Falcão, depois de uma visita a Lula na carceragem da Polícia Federal na quinta-feira, 25.

Segundo Falcão, Lula orientou que o partido se coloque na oposição a um eventual governo Bolsonaro e, independentemente do resultado, deve formar caravanas após o pleito para “reorganizar e fazer crescer” a legenda.

“Imediatamente após a campanha sair em caravana pelo País, reorganizando o partido, fazendo ele crescer e, se perder a eleição, fazendo oposição e cobrando os compromissos com o povo”, disse Falcão reproduzindo o que teria ouvido de Lula.

O ex-presidente, segundo Falcão, acredita que, com uma possível vitória de Bolsonaro, as coisas vão se “assentar” e as promessas de campanha terão que ser cumpridas. “Quando você assume um governo, depois de um certo tempo, a população cobra o seu preço, mesmo aqueles que o apoiaram (…). Se o Bolsonaro ganhar, as coisas vão se assentar e ele vai ter que se entender com o povo”.

O sonho dourado de Lula, segundo deixa entrever a fala de Falcão, é que Bolsonaro repita a trajetória de Fernando Collor de Mello, que derrotou o próprio Lula nas eleições de 1989 e foi alvo de impeachment em 1992. “Vocês se lembram do Collor: era uma maravilha, o caçador de marajás, mas pegou a poupança das pessoas e, em seis meses, estava liquidado”, teria dito Lula, deixando claro que, mesmo antes da eleição, o PT já trabalha com a hipótese de um impeachment a Bolsonaro.

Compartilhe:
  •  
  •  
  •  
  •  

One Response to Lula já orienta o PT a sabotar o Brasil caso se confirme vitória de Bolsonaro. Petista sonha com impeachment