Só o ‘Bates Motel’, imortalizado por Alfred Hitchcok, no filme clássico “Psicose”, registrou um número tão elevado de óbitos suspeitos, em tão pouco tempo, quanto a pensão onde Adélio Bispo, o homem que tentou assassinar o presidenciável Jair Bolsonaro, se hospedou em Juiz de Fora.

Rogério Inácio Villas, de 47 anos, foi encontrado morto ontem à noite na mesma pensão em que Adélio Bispo de Oliveira se hospedou em Juiz de Fora (MG), antes de tentar matar Jair Bolsonaro.

O Antagonista obteve o boletim de ocorrência com exclusividade. No local, os policiais não identificaram sinais de violência e o corpo de Villa já apresentava rigidez cadavérica.

Segundo depoimentos, ele estava na pensão havia três meses e seria usuário de drogas. No mês passado, o blog O Antagonista noticiou a morte da proprietária da pensão. Em menos de um mês, dois defuntos. Quem sabe se a trilha da morte já terminou?

 

Compartilhe:
  •  
  •  
  •  
  •  

Sorry, comments are closed for this post.