A primeira turma do STJ decidirá daqui a pouco sobre um pedido da Andrade Gutierrez para que uma ação civil pública contra a construtora, uma das estrelas da Lava Jato, não seja julgada em Curitiba, mas, sim, no Rio ou em São Paulo. A Justiça Federal da capital paranaense tem provocado traumas, a informação é do Radar da Veja.

O processo em questão nem ficaria nas mãos de Sergio Moro, mas há uma percepção de que, desde o início da operação que convulsionou o país, não há uma Vara no Judiciário curitibano onde os personagens do roteiro Lava Jato encontram moleza.

Compartilhe:
  •  
  •  
  •  
  •  

Sorry, comments are closed for this post.