Em entrevista há pouco a jornalistas estrangeiros, Fernando Haddad foi perguntado se considera o partido da sua vice, o PC do B, e a Venezuela democráticos.

Claramente nervoso, o poste do presidiário disse que “essa pergunta você deveria dirigir a quem defende a ditadura, a tortura e a cultura do estupro, ao meu adversário”.

Sobre a Venezuela, ela fez o seguinte comentário:

“O papel do governo é de líder do continente. Devemos ajudar os países que estão com problema a encontrar o caminho do fortalecimento da soberania nacional e da soberania popular. Não precisamos tomar partido, não precisamos de base militar, não precisamos declarar guerra a vizinho nenhum.”

Compartilhe:
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  

Leave a Reply