O presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, notificou nesta quarta-feira (8) o Congresso norte-americano de que pretende designar o Brasil um aliado prioritário extra-Otan.

“Estou tomando essa medida para reconhecer o recente comprometimento do Brasil em aumentar a cooperação militar com os Estados Unidos, e em reconhecimento do nosso próprio interesse nacional em intensificar nossa coordenação militar com o Brasil”, disse Trump em comunicado.

Trump já havia informado que tinha intenção de colocar o Brasil como um aliado preferencial extra-Otan durante a reunião com o presidente brasileiro, Jair Bolsonaro, em Washington.

Caso a declaração se confirme, o Brasil entra no rol de países como Israel, Austrália e Argentina – o único sul-americano a integrar a lista.

Também nesta quarta-feira, o governo norte-americano disse apoiar que o Brasil dê entrada no processo para integrar a Organização para a Cooperação e o Desenvolvimento Econômico (OCDE)

Essa declaração é unilateral, ou seja, os Estados Unidos não precisam de aprovação de nenhum outro país para colocar o Brasil na lista. Também não há nenhum vínculo com a Otan: é uma classificação independente do bloco.

Compartilhe:
  •  
  •  
  •  
  •  

Sorry, comments are closed for this post.