Fernando Haddad nomeou Francisco Macena como seu tesoureiro.

Ele é alvo de inquérito da PF por financiado a campanha de Fernando Haddad em 2012 com dinheiro do departamento de propinas da Odebrecht.

“A acusação”, diz o Estadão, “foi feita por Mônica Moura, mulher do marqueteiro João Santana. Em delação premiada, ela relatou reunião com Antonio Palocci, João Vaccari e Francisco Macena na qual ficou combinado que, da conta de 30 milhões de reais no primeiro turno, 10 milhões de reais seriam pagos por fora pela Odebrecht. (O Antagonista)

Compartilhe:
  •  
  •  
  •  
  •  

Sorry, comments are closed for this post.