Em depoimento à juíza Gabriela Hardt, Emílio Odebrecht disse que autorizou o pagamento da reforma do sítio de Atibaia porque tinha uma dívida impagável com Lula.

“Os intangíveis que o presidente Lula sempre teve com a minha pessoa e com a organização, de poder ter a oportunidade de dialogar com ele, de influenciar (…) as questões no exterior, por exemplo. Ele também ia para alguns países em que nós operávamos. Eu sempre pedi a ele: ‘Reforça as empresas brasileiras, isso vai facilitar nossos programas nesses países. Então, um ativo intangível que não tem preço.”

Segundo Emílio, “por todos esses ativos intangíveis”, ele não poderia negar um pedido de Marisa Letícia. “Nem que eu quisesse, poderia negar.”

Compartilhe:
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  

Leave a Reply