O PT deixou de ser um partido para tornar-se uma seita que tem em Lula seu único deus. Os militantes que nunca duvidaram da palavra do chefe viraram devotos de uma divindade que nunca erra. Para o rebanho que o segue, o ex-presidente não faz previsões: adivinha o futuro.

O intuitivo genial acabou de pilotar o grande naufrágio eleitoral do PT. O guia que jamais se equivoca achou que Fernando Haddad era o poste fabricado sob medida para o gabinete presidencial. O profeta infalível desmatou a trilha que o levou à cadeia em Curitiba.

Lá, em vez de fingir que lê, deveria aproveitar o tempo que sobra para rever alguns vídeos que desnudam o reizinho insolente. Talvez ficasse menos metido a besta se conferisse, por exemplo, seu parecer sobre a trajetória eleitoral de Jair Bolsonaro.

Vejam a colisão frontal entre o que disse Lula e o que efetivamente aconteceu. Pensem no comportamento dos adoradores desse vidente de botequim. E admitam que, no Brasil, não há limites para a idiotia. (Augusto Nunes)

Compartilhe:
  •  
  •  
  •  
  •  

Sorry, comments are closed for this post.