A Polícia Federal em Pernambuco deflagrou nesta manhã a Operação Vórtex, um desmembramento da Operação Turbulência: 30 policiais federais estão cumprindo 10 ordens judiciais, sendo 6 mandados de busca e apreensão e 4 mandados de condução coercitiva.

Ao analisar as contas bancárias das pessoas físicas e jurídicas utilizadas para a compra do avião que caiu com Eduardo Campos, em 2014, os investigadores suspeitaram de corrupção, direcionamento de licitação e lavagem de dinheiro.

Uma das empresas que ajudou a pagar a aeronave possui contratos milionários com o governo de Pernambuco e suas doações a campanhas políticas aumentaram de forma exponencial nos últimos anos, notadamente para o PSB e para candidatos apoiados pelo ex-governador.

 

Compartilhe:
  •  
  •  
  •  
  •  

Sorry, comments are closed for this post.